seaFAST - Sistema Automatizado de Pré-Concetração de Água do Mar não diluída

O seaFAST é um sistema automatizado para análise de amostras de água do mar e outras matrizes de igual complexidade. Produz resultados com excelente exatidão e repetibilidade e exige pouca mão de obra.

Alto Desempenho:

  • Apresenta o melhor desempenho quando comparado a outros produtos equivalentes
  • Acoplado ou não ao ICP-MS faz a pré-concentração dos elementos de interesse
  • Brancos extremamente baixos são obtidos pois o sistema é ultra limpo bem como o caminho que os reagentes percorrem
  • Utiliza seringas para dispensar reagentes minimizando a possível contaminação
  • Acoplado a um sistema de geração de Hidretos melhora consideravelmente os limites para As, Se, Hg, e outros elementos que possam formar Hidretos

Fácil de Usar:

  • Clicando na opção desejada o modo de operação é selecionado. Não requer preparo de amostras. Elas serão analisadas como coletadas
  • O seu ICP é otimizado automaticamente
  • Opera no modo direto em análises de rotina
  • Auto calibração usando um único padrão multi-elementar e um branco (opção disponível para alguns modêlos)
  • Dependendo do moêlo do seu ICP-OES ou ICP-MS, esta disponível a diluição automática da amostra quando o valor medido cai fora da curva de calibração

Com o seaFAST pode-se analisar de forma automatizada água do mar sem comprometer limites de deteção e a qualidade dos resultados.


seaFAST S2 / pico

Na análise de água do mar o seaFAST S2 opera em linha com o ICP em dois modos e quando não esta em linha sómente no modo de pré-concentração:

Modo de Pré-concentração:
A amostra não diluída passa por coluna quelante onde os elementos de interesse são retidos e a matriz removida. Os elementos que ficaram retidos na coluna são eluídos e vão diretamente para nebulizador. Esta metodologia melhora consideravelmente os limites deteção eliminando a matriz e proporciona considerável incremento na sensibilidade.

Modo Direto:
A amostra é diluida em linha e analisada. O modo direto não aumenta o tempo de análise pois enquanto uma parte da amostra é pré-concentrada a outra é analisada diretamente. Assim os elementos traços são pré-concentrados e os elementos maiores são analisados na amostra diluida que é introduzida diretamente no ICP.

Os brancos dos procedimentos de pré-concentração e análise direta se reduzem consideravelmente quando comparados com procedimentos manuais de preparação de amostras. A seleção para análise direta ou pré-concentração é feita diretamente no software do equipamento.

Modo quando o seaFAST S2 não esta em linha com o ICP
As amostras são pré-concentradas usando uma coluna quelante onde os elementos de interesse são retidos e eluídos com ácido ultra puros e recolhidos em frascos ou micro placas no próprio amostrador para posterior análise por ICP-MS. Pode-se variar facilmente o volume em incrementos de 10 ml e estabelecer o volume desejado de eluído.

seaFAST S3

Na análise de água do mar, o seaFAST S3 opera em em linha com o ICP em três modos e quando não esta em linha sómente no modo de pré-concentração.

Modo de Pré-concentração:
A amostra não diluída passa por coluna quelante onde os elementos de interesse são retidos e a matriz removida. Os elementos que ficaram retidos na coluna são eluídos e vão diretamente para o nebulizador. Esta metodologia melhora consideravelmente os limites de deteção eliminando a matriz e proporciona consideravel incremento na sensibilidade.

Modo Direto:
A amostra é diluida em linha e analisada. O modo direto não aumenta o tempo de análise pois enquanto uma parte da amostra é pré-concentrada a outra é analisada diretamente. Assim os elementos traços são pré-concentrados e os elementos maiores são analisados na amostra diluida que é introduzida diretamente no ICP.

Modo Hidreto:
Hidretos voláteis de As, Se e outros são gerados pelo sistema e introduzidos diretamente na câmara de nebulização, o que proporciona um considerável aumento na sensibilidade destes elementos. O Hg pode ser determinado pelo método do vapor frio usando os mesmos reagentes que se usa para gerar hidretos.

Como o seaFAST executa todos os modos automáticamente e como os procedimentos são todos automatizados as possíveis contaminações nos brancos geradas por processos manuais são eliminadas. O seaFAST S3 é bastante flexível operando no modo Pré-concentração, Direto, Hidretos ou qualquer combinação destes apenas fazendo a seleção no software do instrumento.

seaFAST SP2

Na análise de água do mar o seaFAST SP2 opera em linha com o ICP em dois modos e quando não esta em linha sómente no modo de pré-concentração. O seaFAST SP 2 possui também recursos como o prepFAST de autocalibração e autodiluição eliminando a operação manual de preparação e calibração de padrões, e como recurso opcional o ajuste automático da matriz o que melhora a precisão analítica dos elementos analisados de amostras com concentração elevada de matriz.

Modo de Pré-concentração:
A amostra não diluída passa por coluna quelante onde os elementos de interesse são retidos e a matriz removida. Os elementos que ficaram retidos na coluna são eluídos e vão diretamente para o nebulizador. Esta metodologia melhora consideravelmente os limites deteção eliminando a matriz e proporciona consideravel incremento na sensibilidade.

Modo Direto:
A amostra é diluida em linha e analisada. O modo direto não aumenta o tempo de análise pois enquanto uma parte da amostra é pré-concentrada a outra é analisada diretamente. Assim os elementos traços são pré-concentrados e os elementos maiores são analizados na amostra diluida que é introduzida diretamente no ICP.

Como o seaFAST executa todos os modos automáticamente e como os procedimentos são todos automatizados as possíveis contaminações nos brancos geradas por processos manuais são eliminadas. O seaFAST SP2 é bastante flexível operando no modo Pré-concentração, Direto ou ambos apenas fazendo a seleção desejada no software do instrumento.

seaFAST SP3

O seaFAST SP3 oferece três modos de operação para análise de água do mar quando em linha com o ICP, e quando não esta em linha opera no modo de pré-concentração. O seaFAST SP 3 assim como o prepFAST possui também recursos de autocalibração e autodiluição eliminando a operação manual de preparação e calibração de padrões, e como recurso opcional, o ajuste automático da matriz o que melhora a precisão de amostras com concentração elevada de matriz.

Modo de Pré-concentração:
A amostra não diluída passa por coluna quelante onde os elementos de interesse são retidos e a matriz removida. Os elementos que ficaram retidos na coluna são eluídos e vão diretamente para o nebulizador. Esta metodologia melhora consideravelmente os limites deteção eliminando a matriz e proporciona considerável incremento na sensibilidade.

Modo Direto:
A amostra é diluida em linha e analisada. O modo direto não aumenta o tempo de análise pois enquanto uma parte da amostra é pré-concentrada a outra é analisada diretamente. Assim os elementos traços são pré-concentrados e os elementos maiores são analizados na amostra diluida que é introduzida diretamente no ICP.

Modo Hidreto:
Hidretos voláteis de As, Se e outros são gerados pelo systema e introduzidos diretamente na câmara de nebulização, o que proporciona um considerável aumento na sensibilidade destes elementos. O Hg pode ser determinado pelo método do vapor frio usando os mesmos reagentes que se usa para gerar hidretos.

Como o seaFAST executa todos os modos automáticamente e como os procedimentos são todos automatizados as possíveis contaminações nos brancos geradas por processos manuais são eliminadas. O seaFAST SP3 é bastante flexível operando no modo Pré-concentração, Direto, Hidretos ou qualquer combinação destes apenas fazendo a seleção desejada no software do instrumento.

seaFAST Applications
seaFAST S2 Poster
seaFAST SP2 Poster
seaFAST SP3 Poster

seaFAST coluna de Pré-concentração

seaFAST coluna de Pré-concentração


seaFAST Comparação dos systemas

seaFAST Comparação dos systemas
2 2

^ Retornar ao topo